RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO BLOG NO SEU E-MAIL

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Stewart Granger

Nome completo: 
James Lablache Stewart
Nascimento:  
6 de maio de 1913, 
em Londres, 
na Inglaterra
Falecimento: 
16 de agosto de 1993, 
aos 80 anos, 
em Santa Mônica, 
Califórnia, EUA

Casamentos: Elspeth March, 
                            de 1938 a 1948
                          Jean Simmons,  
                            de 1950 a 1960
                          Caroline LeCerf, 
                            de 1964 a 1969

Tempo de carreira:
1933 a 1991


Embora nascido
na inglaterra,
Stewart Granger
se tonou
cidadão americano
ao se naturalizar
em 1956.

Seu nome
verdadeiro era
James Lablache
Stewart,
mas para
evitar confusões
com seu
colega homônimo
e mais famoso
(James Stewart,
astro de
"A felicidade não
se compra",
"Festim Diabólico"
e outros
grandes êxitos
no cinema),
optou por
usar o nome
artístico de
Stewart Granger,
mas fora
do ambiente
dos filmes,
ele era
chamado de "Jimmy".

Na inglaterra, estudou na
Faculdade Epsom
e na Academia
de Artes Dramáticas
Webber Douglas.

Começou sua
carreira artística
no teatro
nos anos 30
e em 1933
trabalhou como
figurante
de cinema,
estreando em
So This Is London.

Seu primeiro
papel de
protagonista
foi em 1943,
no filme britânico
The Man
in Grey.

Como muitos
astros de
sua geração,
interrompeu
a carreira
durante a
Segunda Guerra
Mundial para
servir e
retornou
em 1948.

Nos anos
50 começou
a trabalhar nos
Estados Unidos,
onde se
tornou um
dos astros
mais populares
dessa década.

Atuou em
filmes dos
maiores diretores
deHollywood,
obtendo
grande sucesso,
como em
Scaramouche,
de 1952,
dirigido por
George Sidney,
que possui
a mais longa
cena de
um duelo
de espadas.

Outros filmes
de destaque
na sua
filmografia são:
A Rainha Virgem,
Belo Brumel;
O Tesouro do
Barba Rubra;
A Última Caçada;
Na Encruzilhada
dos Destinos
e
Fúria no Alasca.

Alguns dos
filmes em
que atuou,
como
Love Story
[1944],
César e Cleopatra
[1945],
As Minas do
Rei Salomão
[1950],
O prisioneiro
de Zenda
e Scaramouche
[1952],
se tornaram
verdadeiramente
antológicos.


Sem espaço
em Hollywood,
Granger foi
para a Europa
e na Alemanha,
entre 1964 e 1965,
filmou três faroestes,
adaptados das novelas
de Karl May.

Encerrou a
carreira de
cinema no
final da
década
de 1960,
com o filme
O Último Safari.

Depois disso
só voltaria
a aparecer
novamente
no cinema,
pela última
vez de fato,
em 1978,
num personagem
secundário em
"Os selvagens
cães de guerra".

Foi na Alemanha
que Granger
ainda protagonizaria
uma telenovela
chamada
Das Erbe der Guldenburgs
(1987).

No inicio da década
de 70 atuou numa
série para a teve
chamada
"O virginiano"
e numa produção também
para a teve do
clássico literário
"O Cão dos Baskerville",
uma das mais famosas
aventuras de Sherlock Holmes.

Ao longo dos aos 80,
ocasionalmente fazia algumas
participações especiais em séries
da televisão,
como por exemplo num
episódio em duas partes de
"O Barco do Amor".

Foi na tv que
atuou pela
última vez,
participando
de um episódio
da série
'pros and cons',
em 1991.

Ele foi casado
por três vezes:
com Elspeth March
(1938-1948)
(com quem teve
dois filhos,
Jamie e Lindsay),
Jean Simmons
(1950-1960)
(com uma filha,
Tracy)
e Caroline LeCerf
(1964-1969)
(com uma filha,
Samantha).

Faleceu em Santa Mônica,
Califórnia, de câncer na próstata, aos 80 anos de idade.





 FILMES CATALOGADOS NESTE BLOG
CLIQUE NO TÍTULO PARA LER A SINÓPSE 

SALOMÉ, 1953 [COMO CLÁUDIUS, CENTURIÃO ROMANO]

§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§§

FILMES CATALOGADOS QUE AINDA NÃO POSSUEM SINÓPSE
Scaramouche

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.